investimento ao abrir uma franquia
A pergunta que não quer calar: qual é o prazo de retorno sobre o investimento ao abrir uma franquia?
fevereiro 18, 2019
franquias com qualidade de vida
Como escolher franquias para quem prioriza qualidade de vida
março 4, 2019

A tendência de mulheres bem-sucedidas em suas carreiras buscarem abrir seus próprios negócios

mulheres bem sucedidas

Foram décadas lutando pelos espaços exclusivamente de homens e de crescimento de visibilidade e de demonstração da competência. Mas as mulheres ainda convivem com preconceito, algumas desigualdades e falta de perspectiva de crescimento. Empreender tornou-se uma opção interessante para serem protagonistas e obter mais sucesso.

O crescimento das mulheres no mercado de trabalho tem sido uma feliz realidade há anos; saímos de uma participação tímida de 25% nos anos 80 para 44% em 2016. Em 20 anos, de 1995 a 2015, os lares chefiados por mulheres passou de 23% para 40%.

Mulheres no mercado de trabalho: os desafios ainda são muitos

Esses são números importantes, mas são quase isolados: apesar de algumas conquistas – principalmente a presença feminina cada vez maior em todas as atividades – ainda há um grande caminho a percorrer no mercado de trabalho para que a igualdade aconteça e se consolide.

Mulheres em cargos de liderança: preconceito e dilema com a maternidade

Em 2016, 39% dos cargos gerenciais no Brasil eram ocupados por mulheres. Apesar de estarem em posições de destaque, até hoje, as profissionais sofrem com as mesmas questões de preconceito, desigualdade e o dilema com a maternidade.

Elas convivem com episódios de assédio moral, limitações de atuação com setores em que a maioria de funcionários é de homens e ainda vivem o conflito emocional da maternidade: o receio de não estar empregada após o retorno da maternidade e também de não desempenhar bem o papel de mãe, pela pressão do trabalho.

Por este motivo, muitas mulheres bem-sucedidas e com uma boa experiência acumulada decidem empreender, tornar-se protagonista no mundo dos negócios.

O empreendedorismo feminino: a opção para o sucesso longe do preconceito

Em 2016 o empreendedorismo feminino chegou a 51% do total, um número expressivo e em parte movido por alguns fatores:
⦁ Insatisfação com as relações corporativas com profissionais homens;
⦁ Ganho inferior a um colega homem na mesma função;
⦁ Falta de perspectiva de crescimento;
⦁ Conflito das vidas profissional e familiar – no empreendedorismo ela pode dedicar mais tempo aos filhos, conforme o setor escolhido e o tempo de maturação do negócio.

Empreender é uma alternativa viável e com grandes chances de sucesso para as mulheres, em especial as que conseguirem formar uma carreira bem-sucedida e, portanto, têm uma bagagem profissional que ajuda a enfrentar os muitos desafios de um negócio próprio.

Franquias: uma excelente alternativa para a mulher empreendedora

O Franchising é um caminho natural de empreendedorismo feminino, pelas suas características únicas que atendem às expectativas das mulheres: a segurança, a motivação e a maior qualidade de vida.
⦁ Ela pode investir em uma marca que já tem presença e reconhecimento no mercado em vez de desenvolver um planejamento de um produto próprio;
⦁ A franqueadora apoia com seus planos de negócios e de marketing;
⦁ A franqueadora presta todo o suporte desde a abertura da loja até o dia a dia de funcionamento, com treinamentos e apoio de gestão.

mulheres independetes buscam negócio próprio

As mulheres tem características que ajudam no sucesso em uma franquia

Algumas características de personalidade das mulheres são facilitadores para a adaptação e o desempenho que levará ao sucesso:
⦁ Visão de longo prazo e tolerância com prazos definidos;
⦁ Mais foco e persistência para o cumprimento de metas;
⦁ Mais resiliência diante dos desafios e insucessos;
⦁ Relacionamentos melhores com subordinados e pares.
Como podemos ver, as franquias são uma opção concreta de sucesso para mulheres que querem empreender.